A motivação para a interrupção ou uso de crack em gestantes e puérperas

Nome: Rovena Esmidre da Silva
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 14/06/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Sávio Silveira de Queiroz Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alice Melo Pessotti Ferrari Examinador Externo
Claudia Patrocinio Pedroza Canal Suplente Interno
Daiana Stursa de Queiroz Suplente Externo
Larissy Alves Cotonhoto Examinador Externo
Luziane de Assis Ruela Siqueira Examinador Interno
Sávio Silveira de Queiroz Orientador

Resumo: Este trabalho teve como objetivo investigar os aspectos afetivos presentes na motivação para a interrupção e/ou continuidade do consumo de crack durante o período gestacional. Entendemos a afetividade a partir da perspectiva teórica de Jean Piaget, compreendida como a energética da ação. Sendo assim, levantamos a hipótese de que os afetos atuam como motivadores da ação de interrupção ou de continuidade do consumo de drogas durante o período gestacional e nos questionamos quais são os aspectos afetivos envolvidos nessa conduta. Diante disso, propusemos uma pesquisa empírica na qual realizamos estudos de casos com quatro gestantes e/ou puérperas, que interromperam e/ou continuaram o uso de crack durante a gestação. Como instrumento de coleta de dados utilizamos uma entrevista semiestruturada. O tratamento e a análise dos dados foram realizados a partir da Análise de Conteúdo de Bardin. Os resultados indicam que os aspectos afetivos atuam diretamente na decisão de interromper ou continuar o uso do crack. No início e na manutenção do consumo da droga surgiram os sentimentos de tristeza, prazer, raiva, vontade, solidão e ausência de vergonha. Em contrapartida, referente à interrupção, foram citados: culpa, vontade, amor e medo. Independentemente de continuarem ou não usando a droga, todas as participantes atribuíram conotações negativas ao crack e ao seu uso, especialmente durante a gestação. Desta maneira, faz-se relevante a investigação dos aspectos afetivos envolvidos no consumo de crack, a fim de aperfeiçoar as estratégias de cuidado voltadas a esse público.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910