Educação em valores morais no ensino fundamental: levantamento de experiências e intervenção com educadores

Nome: Leandra Lúcia Moraes Couto
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 25/03/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Heloisa Moulin de Alencar Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Célia Regina dos Santos Lopes Examinador Interno
Claudia Broetto Rossetti Suplente Interno
Edinete Maria Rosa Suplente Interno
Heloisa Moulin de Alencar Orientador
Luciana Souza Borges Examinador Externo
Sávio Silveira de Queiroz Examinador Interno
Sonia Lopes Victor Examinador Externo

Resumo: Couto, L. L. M. (2019). Educação em valores morais no ensino fundamental: levantamento de experiências e intervenção com educadores. Tese de Doutorado não publicada. Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Espírito Santo. 200p.

RESUMO

Neste estudo, dedicamo-nos ao tema da educação em valores morais, isto é, as práticas que visam constituir indivíduos autônomos, sob a perspectiva de autores construtivistas. O objetivo geral de nossa pesquisa foi caracterizar as práticas de educação em valores morais que são desenvolvidas nas escolas municipais de ensino, bem como conhecer as concepções de educadores a respeito da aludida educação, de modo a verificar as necessidades de formação do público em pauta nesse domínio e proporcionar a eles momentos de reflexão, aquisição de competências e conhecimentos necessários à condução das referidas práticas. Para tanto, desenvolvemos três estudos. No estudo 1, realizamos um levantamento de experiências de educação em valores morais por meio de aplicação de questionário, on-line e via correio, a profissionais da educação do Espírito Santo (ES). Por sua vez, no estudo 2 realizamos entrevistas individuais semiestruturadas com 14 educadores de uma escola pública municipal de ensino fundamental de Vitória, ES, buscando verificar suas concepções e juízos sobre a educação em valores morais. Finalmente, no estudo 3 desenvolvemos uma intervenção com profissionais da educação visando proporcionar momentos de reflexão e aprendizagem sobre tal educação. A intervenção foi desenvolvida na mesma escola do Estudo 2 e contou com a participação de 14 educadores. Entre os resultados do estudo 1, é importante citar os seguintes: obtivemos 46 relatos de experiências, o que nos leva a inferir que poucas são as escolas municipais de ensino fundamental do ES que desenvolvem trabalhos de formação moral dos educandos. Entre os relatos obtidos, poucos tratam de projetos estruturados. Em relação às concepções dos profissionais sobre valor moral, valor ético e educação em valores morais (estudo 2), verificamos conteúdos que se aproximam das posições relativistas. Grande parte dos profissionais afirmou que a família é a principal responsável pela formação moral das crianças e dos jovens. Na escola em que trabalhavam, não havia projeto específico de educação em valores morais. A maioria dos participantes declarou não se sentir seguro ou apto para conduzir práticas com o foco em questão. Quanto ao estudo 3, ressaltamos o baixo envolvimento dos profissionais na leitura do material adotado e a dispersão durante a intervenção. Apesar disso, os participantes adquiriram maior compreensão sobre o papel da escola na formação moral dos alunos, sobre a elaboração de projetos de educação em valores morais, entre outros aspectos. Ademais, a maior parte dos educadores mencionou que após a intervenção passou a se sentir seguro para trabalhar com a formação moral no contexto escolar. Avaliamos que a ampliação da quantidade e da qualidade das experiências de educação em valores morais no contexto escolar pressupõem oportunizar aos educadores formação que contemple a reflexão sobre suas concepções e práticas e a aquisição de conhecimentos teóricos e metodológicos da área.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910