Atuação do psicólogo em contextos educacionais: a promoção à saúde na perspectiva do cuidado

Nome: Juliana Peterle Ronchi
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 29/11/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Luziane Zacché Avellar Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Claudia Broetto Rossetti Examinador Interno
Kelly Guimarães Tristão Examinador Externo
Lígia Rocha Cavalcante Feitosa Examinador Externo
Luziane Zacché Avellar Orientador
Milena Bertollo Nardi Examinador Externo

Resumo: Ronchi, J. P. (2019). Atuação do psicólogo em contextos educacionais: a promoção à saúde na perspectiva do cuidado. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Espírito Santo.
A reflexão crítica sobre a atuação do psicólogo em contextos educacionais evidencia novos focos de pesquisa e intervenção em que a Promoção à Saúde se coloca como uma possibilidade para a construção do trabalho. O objetivo desse estudo é compreender ações do psicólogo em um contexto educacional a partir da perspectiva da Promoção à Saúde. De caráter qualitativo, essa pesquisa foi delineada como uma proposta de estudo de caso, desenvolvida em um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), utilizando como dados 12 (doze) atividades de intervenção selecionadas nos registros do trabalho desenvolvido pelo profissional de Psicologia, em seus três primeiros anos de atuação na instituição, período que compreendeu os anos de 2012, 2013 e 2014. Para a coleta de dados utilizou-se um roteiro de observação sobre o material documental selecionado, baseado nos elementos da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS), do Ministério da Saúde do Brasil: a intrassetorialidade; a intersetorialidade; a consideração aos contextos social, econômico, político e cultural da instituição e também dos sujeitos que participaram das atividades de intervenção; o planejamento da atividade; a atenção, a autonomia e o acolhimento dispensados durante a atividade de intervenção aos participantes; e a consideração de suas possíveis vulnerabilidades. Também foram observados o nome da atividade; seu tempo de duração; quem organizou, além do psicólogo; quais os objetivos da atividade; a teoria, as técnicas e os materiais utilizados; e ainda, se em algum momento da atividade foi realizada alguma intervenção individual. Esse trabalho contou com três juízes que colaboraram com a categorização do material documental. Para a análise dos dados foi utilizada a técnica da Análise de Conteúdo, e o Software Minitab 18 para a execução do teste do coeficiente Kappa de Fleiss (k) e do teste Qui-Quadrado de independência. Os resultados indicam que compreender a atuação de um psicólogo em um contexto educacional como o Ifes, a partir da Promoção à Saúde, possibilita defender uma atuação na perspectiva do cuidado, de modo a se consolidar práticas críticas que rompam com o modelo individualizante e possibilite ao profissional questionar sua prática construindo novas formas de atuação que valorizem a autonomia, a atenção, o acolhimento, o contexto institucional, o ambiente das pessoas e as parcerias entre os diferentes profissionais que compõem esse espaço. Portanto, a Promoção à Saúde pode colaborar com o psicólogo escolar em sendo uma bússola, pois possibilita refletir sobre o caminho e a direção do trabalho em uma perspectiva do cuidado. Além disso, pode-se apresentar a importância da compreensão da bagagem teórico-técnica do psicólogo que atua em contextos educacionais, pois influencia a construção de uma proposta de atuação.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910