Dimensões socioemocional, de temperamento e comportamento de crianças em risco ao desenvolvimento

Resumo: Crianças que apresentam risco ao desenvolvimento, como prematuridade, deficiência, doenças crônicas ou condições sociais adversas, necessitam de acompanhamento de diferentes profissionais durante toda a infância, a fim de prevenir prejuízos e melhorar suas condições de saúde e bem-estar, promovendo suas competências cognitivas, emocionais e sociais. Programas de Follow-up e outros de natureza semelhante, nas redes pública e particular, implementam ações para remediar desfechos negativos ao desenvolvimento, desde o nascimento. Considera-se que uma avaliação mais abrangente dessa população, envolve a avaliação e acompanhamento contínuo dos processos autorregulatórios, incluindo repertório socioemocional, de temperamento e comportamento, a fim de identificar o mais precoce possível como a ocorrência de transtornos do espectro autista ou distúrbios no estabelecimento do apego com os pais e demais vínculos afetivos, problemas de linguagem e comunicação, de comportamento internalizante e externalizante, entre outros. Nesse contexto, o objetivo deste projeto de pesquisa será o de analisar indicadores de desenvolvimento socioemocional, temperamento e comportamento em crianças de 1 a 3 anos, podendo ser assistidas em programas de acompanhamento multiprofissional. Estima-se a participação de 30 crianças, incluindo seus responsáveis, sendo a pesquisa de delineamento quantitativo, com correlação entre variáveis, medidas pelos seguintes instrumentos: protocolo de dados gerais, com identificação, organização familiar e breve histórico de saúde da criança; Critério de Classificação Econômica Brasil – CCEB, para avaliar perfil socioeconômico familiar; Early Childhood Behavior Questionnaire - ECBQ 18–36 meses e Childhood Behavior Questionnaire - CBQ 3-7 anos; Escala Socioemocional da Bayley-III; e Questionário de capacidades e dificuldades – SDQ 2-4 anos ou Child Behavior Checklist - CBCL 1 ½ - 5 anos. Espera-se que os resultados auxiliem na identificação precoce de problemas de desenvolvimento na primeira infância, auxiliando as mediações parentais, além de oferecer dados aos programas de seguimento, subsidiando ações interventivas.

Data de início: 2019-10-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Thais Costa Jesus
Coordenador Kely Maria Pereira de Paula
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910