Relação entre afetividade e inteligência em crianças com TDAH e seus pais

Resumo: O Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) tem sido estudado por pesquisadores de diversas áreas, o que vem a confirmar a complexidade e importância de tal fenômeno e a necessidade de compreender melhor suas especificidades. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma intervenção psicológica com crianças com indícios de TDAH e seus responsáveis por meio de oficinas com jogos de regras. A metodologia será dividida em quatro etapas: 1) será realizada uma avaliação de crianças com indícios de TDAH, utilizando instrumentos psicológicos para selecionar os participantes das oficinas com jogos de regras; 2) serão realizadas oficinas de jogos de regras com crianças com TDAH e seus pais; 3) será feita uma análise da concepção dos responsáveis acerca dos filhos com indícios de TDAH e 4) as crianças participantes serão novamente avaliadas com os mesmos instrumentos psicológicos após o término das oficinas. Os participantes serão oito crianças com TDAH e seus pais, totalizando 16 sujeitos. Os dados serão analisados de forma qualitativa tendo como base a teoria de Jean Piaget. Espera-se, dessa maneira, possibilitar a interação entre pais e filhos com o intuito de observar possíveis efeitos na relação entre inteligência e afetividade, bem como na percepção que os pais têm de seu filho com TDAH.

Data de início: 2016-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Daniela Dadalto Ambrozine Missawa
Coordenador Claudia Broetto Rossetti
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910