CARREIRA, TRABALHO E FAMÍLIA: ESTUDOS A PARTIR DE VARIÁVEIS INDIVIDUAIS E PSICOSSOCIAIS

Resumo: Nos últimos anos tem-se verificado um marcado crescimento dos níveis de desemprego em diferentes países. No Brasil, segundo informações do IBGE, essa situação tem se intensificado a partir do ano de 2015, sinalizando um contexto macroecônomico negativo que tem consequências inclusive sobre dimensões da vida privada dos profissionais, como é o caso do domínio familiar. No cenário descrito, emergem contradições e demandas advindas tanto do trabalho quanto da família, as quais podem sinalizar contextos mutuamente incompatíveis. Como consequência, as interações entre os domínios do trabalho e da família tornam-se uma questão ainda mais presente tanto para os indivíduos (uma vez que tem impacto sobre dimensões de sua vida pessoal como a família e o lazer), quanto para as organizações (que precisam lidar com aspectos relacionados ao comprometimento organizacional, ao desempenho individual e às intenções dos profissionais de deixar o emprego, por exemplo). Dados os impactos do conflito entre família e trabalho para profissionais e organizações, torna-se fundamental a compreensão científica desse fenômeno essencial para promoção do equilíbrio dos aspectos de trabalho e não-trabalho. Com este propósito, a proposta de pesquisa apresentada neste projeto tem por objetivos: desenvolver nova metodologias para avaliação dos construtos associados, compreender a relação entre variáveis relacionadas ao planejamento de carreira, sucesso na carreira, e conflito trabalho-família, a partir da perspectiva individual, bem como de diferentes variáveis psicossociais e organizacionais, como estresse no trabalho, gênero, turnover, desemprego, e comprometimento organizacional. Para condução desta pesquisa é proposto um estudo multimétodo, que empregará delineamento do tipo survey e entrevista com amostra de profissionais em diferentes estágios do ciclo profissional (universitários a profissionais estabelecidos), além de um estudo de delineamento quase experimental (tarefa computacional). Espera-se alcançar, por meio dos resultados deste estudo um entendimento teórico das variáveis relacionadas ao conflito entre carreira e família, tanto sob uma perspectiva teórica individual, como também sobre as diferentes orientações dos construtos psicossociais e organizacionais avaliados.

Data de início: 2017-03-01
Prazo (meses): 60

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Lilian Gazzoli Zanotelli
Aluno Doutorado Pâmela Fardin Pedruzzi
Aluno Doutorado Jaqueline Oliveira Bagalho
Aluno Mestrado Gabriella Sampaio Santos Almeida
Coordenador Alexsandro Luiz de Andrade

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910