CONVERSAR E TENSIONAR NA FORMAÇÃO (DES)CONTINUADA, INVENTIVA/INCLUSIVA: CARTOGRAFIA DA CONSTRUÇÃO DO MÚLTIPLO NA EJA

Resumo: A pesquisa faz indagações sobre a formação de educadores inclusivos a partir do paradigma de rede. A concepção de homem e de mundo que orienta esta investigação aponta para a complexidade da vida, entendendo o homem e a sociedade como emaranhados em uma rede de produções, intensidades de sentidos e afetações que configuram a existência. Compreende-se os fenômenos como produção coletiva, produção de subjetividade, onde os padrões assumidos como normais são fruto de um complexo processo de reprodução de sujeitos e reinvenção da vida através da potência de criação. O trabalho configura-se como uma investigação qualitativa móvel, onde nos perguntávamos e perguntamos acerca de como a conversação, na formação de professores, se efetiva como uma forma de resistência, de criação à subjetividade capitalística? Como as conversações da formação de professores se efetivavam e inventavam modos de existência inclusivos? Realizaremos uma pesquisa-intervenção porque assume o plano da experiência enquanto intervenção. Tatearemos, fabricaremos dispositivos produtivos para fazer emergir desde o fazer, o saber. Realizaremos uma cartografia das ações e criações de profissionais de uma escola pública de Ensino Fundamental de Educação de Jovens e Adultos que trabalha nos três turnos com pessoas oriundas das camadas populares e que tiveram negado o direito de estudar. Realizaremos o acompanhamento do percurso formativo de um grupo de professores da escola-território no decorrer do ano de 2015 e 2016. Todos os relatos e narrativas serão registrados no diário de campo e gravados digitalmente em vídeo. O material produzido será analisado a partir das orientações da análise do discurso proposto por Foucault, buscando escapar da frágil interpretação daquilo que estaria por trás dos documentos, pois entendemos que as produções são uma realização histórica, política.

Data de início: 2017-07-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Marcia Roxana Cruces Cuevas
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910